Como aumentar ou diminuir número de kernels instalados no Fedora

king-penguin-penguins-group-of-penguins-bird Como aumentar ou diminuir número de kernels instalados no Fedora Tutorial

Quando você atualiza pacotes no Fedora, CentOS ou Red Hat, as novas versões destes pacotes substituem as antigas — que são automaticamente removidas. O mesmo não acontece com os kernels Linux (o “motor” do sistema, numa forma leiga de descrever), que se acumulam versão após versão instalada.

O Fedora, por exemplo, limita o número de versões instaladas do kernel em 3. Usuários com uma partição /boot reduzida podem encontrar problemas de espaço em atualizações, outros precisam ter mais versões instaladas para, no caso de algo der errado numa instalação, poder reiniciar a máquina na versão anterior. Modificar este limite é bem simples.

Passo 1: Abra o Terminal. Digite a linha a seguir (você precisará de permissões de administrador para acessar este aquivo).

sudo gedit /etc/yum.conf

*No Fedora 23, CentOS/RedHat 7 (ou versões anteriores)

sudo gedit /etc/dnf/dnf.conf

*No Fedora 24 (ou versões posteriores)

Passo 2: Procure pela linha installonly_limit=3, modifique o valor numérico da forma que desejar (0 desabilita o installonly_limit e todas as instalações antigas serão mantidas) e salve o arquivo.

Recomendo não diminuir este valor para um número menor do que 2, garantindo que a máquina sempre terá a versão do kernel Linux atualmente usada e a sua versão anterior instalada. Assim, caso sua máquina tenha problemas durante o boot, você terá sempre a versão previamente instalada para usar na reinicialização e corrigir qualquer erro que esteja afetando o sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *