logo do navegador Tor num ícone 3D flutuando em um fundo roxo
Unsplash/rubaitulazad

A busca por privacidade na internet tem se tornado cada vez mais relevante em um mundo digital altamente conectado. Uma das ferramentas mais conhecidas para garantir o anonimato online é a rede Tor, que oferece um ambiente seguro para navegar na web sem que terceiros possam rastrear suas atividades. Neste artigo, exploraremos o que é a rede Tor, por que você deveria considerar usá-la e como acessá-la de forma fácil.

O Tor, abreviação de “The Onion Router” (O Roteador Cebola), é uma rede de comunicação anônima que foi originalmente desenvolvida pela Marinha dos Estados Unidos e posteriormente tornou-se um projeto de código aberto mantido por voluntários. Ela funciona redirecionando o tráfego da internet por meio de uma série de servidores voluntários, conhecidos como “nós”, antes de chegar ao destino final. Cada nó na rede Tor age como uma camada de proteção, tornando extremamente difícil para qualquer pessoa, incluindo governos e hackers, rastrear a origem das atividades online de um usuário.

Por que usar a rede Tor?

Há várias razões pelas quais alguém pode optar por usar o Tor:

  1. Privacidade Online: A principal vantagem do Tor é a garantia de privacidade. Ela ajuda a ocultar seu endereço IP e impede que sites e serviços online rastreiem sua localização ou hábitos de navegação.
  2. Censura na Internet: Em países onde a censura na internet é uma realidade, a rede Tor permite que os cidadãos acessem informações e conteúdo não disponíveis de outra forma.
  3. Segurança: Ao usar o Tor, seus dados são criptografados e passam por diversos nós, tornando mais difícil para hackers interceptarem informações confidenciais, como senhas.
  4. Proteção Contra Vigilância: Em um ambiente onde a vigilância governamental é uma preocupação, a rede Tor pode ser uma ferramenta crucial para garantir a liberdade e a privacidade online.
  5. Acesso a Sites .onion: A rede Tor é a única maneira de acessar sites com o domínio “.onion”, que muitas vezes hospedam conteúdo anônimo e fora do alcance da pesquisa convencional na web.

Como acessar a rede Tor

Agora que entendemos a importância da rede Tor, vamos explorar como acessá-la de forma simples e segura:

Baixe o Navegador Tor

O primeiro passo para acessar a rede Tor é baixar o Navegador Tor oficial, também conhecido como “Tor Browser”. Você pode encontrar a versão mais recente para o seu sistema operacional aqui. O Tor Browser é uma versão modificada do Firefox que já vem configurada para se conectar automaticamente à rede Tor.

Instale o Navegador

Após o download, siga as instruções de instalação para configurar o Navegador Tor em seu computador. O processo é semelhante à instalação de qualquer outro software e levará apenas alguns minutos.

Linux

No Linux, o processo de instalação é ainda mais fácil. Basta abrir o terminal instalar os pacotes tor e torbrowser-launcher de acordo com a sua distribuição. No Ubuntu, é necessário adicionar um repositório com o comando sudo add-apt-repository ppa:torproject/ppa --login.

Inicie o Navegador Tor

Uma vez instalado, inicie o Navegador Tor. Ele será executado como um navegador separado e irá automaticamente estabelecer uma conexão com a rede Tor. Você saberá que está conectado quando ver a mensagem “Conectado à rede Tor” na janela do navegador.

Agora que você está conectado à Rede Tor, pode começar a navegar na web de forma anônima. Lembre-se de que, embora sua identidade esteja protegida, o desempenho da sua conexão pode ser um pouco mais lento do que com navegadores convencionais, devido ao roteamento através de vários nós.

Mantenha o Navegador Atualizado

A equipe por trás do Tor Project está constantemente trabalhando para melhorar a segurança e a privacidade do Navegador Tor. Certifique-se de manter seu navegador sempre atualizado para se beneficiar das últimas atualizações de segurança.

Dicas para o uso seguro do Tor

Embora a rede Tor seja uma ferramenta poderosa para garantir a privacidade online, é importante usá-la de maneira responsável e consciente. Aqui estão algumas dicas para um uso seguro da Rede Tor:

  • Evite fazer login em contas pessoais: Para manter o anonimato, evite fazer login em contas que possam estar vinculadas à sua identidade real enquanto estiver usando a rede Tor.
  • Não faça downloads suspeitos: Evite fazer downloads de arquivos ou programas suspeitos enquanto estiver na rede Tor, pois isso pode representar riscos à segurança.
  • Use HTTPS sempre que possível: Certifique-se de que os sites que você visita usam HTTPS para criptografar a conexão e proteger seus dados.
  • Evite compartilhar informações pessoais: Não compartilhe informações pessoais ou sensíveis enquanto estiver na rede Tor, pois isso pode comprometer sua privacidade.
  • Respeite a legislação local: Lembre-se de que o uso da Rede Tor pode ser proibido ou restrito em alguns países. Certifique-se de estar ciente das leis locais antes de usá-la.

Como acessar a rede Tor com o navegador Brave?

Não é apenas o navegador Tor que permite acessar a rede. Outros navegadores, como o Brave, também tem essa capacidade, mas ela está escondida nas configurações e oferece uma funcionalidade integrada que permite que você navegue na rede Tor de forma conveniente. Para acessar a rede Tor com o navegador Brave, você pode seguir os passos abaixo:

Passo 1: Instale o Brave Browser. Se você ainda não possui o Brave Browser instalado, você pode baixá-lo no site oficial: https://brave.com/. Ao clicar no botão “Download Brave”, você será redirecionado para uma página com opções de como baixar e instalar o navegador de acordo com o seu sistema operacional.

Baseado no Chromium, o mesmo navegador no qual o Google Chrome é derivado, o Brave é conhecido por sua ênfase na privacidade e na segurança, o que o torna uma escolha natural para usar com a rede Tor.

Captura de tela da página inicial do Brave Browser
Brave Browser/Reprodução

Passo 2: Abra o Menu de Configurações. Depois de instalar o Brave, abra o navegador e clique no ícone do menu no canto superior direito da janela. Ele se parece com três linhas horizontais empilhadas.

Passo 3: Acesse as Configurações de Privacidade. No menu suspenso, selecione “Configurações”. Isso abrirá uma nova aba com as configurações do Brave.

Passo 4: Ative a Navegação Privada com o Tor. No painel de configurações, role para baixo até encontrar a seção “Privacidade e segurança”. Aqui, você verá a opção “Navegação Privada com o Tor”. Ative essa opção, movendo o interruptor para a posição “Ligado”.

Passo 5: Reinicie o Brave. Após ativar a opção de Navegação Privada com o Tor, o Brave pedirá que você reinicie o navegador para aplicar as alterações. Certifique-se de salvar qualquer trabalho aberto e clique em “Reiniciar”.

Passo 6: Comece a Navegar na Rede Tor. Depois que o Brave reiniciar, você estará pronto para usar a Rede Tor. Agora, sempre que abrir uma nova aba de Navegação Privada com o Tor, seu tráfego será roteado pela rede Tor, proporcionando anonimato e privacidade adicionais.

Lembre-se de que a Navegação Privada com o Tor é destinada a garantir um alto nível de anonimato, mas ainda assim é importante seguir práticas seguras de navegação, como evitar o login em contas pessoais e não compartilhar informações pessoais enquanto estiver usando a rede Tor, como já explicado aqui. Além disso, esteja ciente das leis locais e regulamentações relacionadas ao uso da rede Tor em sua região.

Com esses passos simples, você pode acessar a rede Tor com o Brave Browser e desfrutar de uma navegação mais segura e privada na internet.