Escolher uma fonte para um projeto de design pode parecer uma tarefa simples, mas pode ser mais difícil do que parece. A fonte certa pode melhorar a legibilidade, transmitir a personalidade do projeto e ajudar a criar uma estética coesa. Felizmente, o Google Fonts oferece mais de 1.000 fontes gratuitas para escolher, cada uma com seu próprio estilo e personalidade.

Então, quais são as fontes mais populares no Google Fonts? De acordo com dados do próprio diretório, aqui estão as cinco fontes mais usadas:

1. Inter

Inter é uma fonte do tipo sans-serif criada pelo designer Rasmus Andersson. É conhecida por sua legibilidade e simplicidade, tornando-a adequada para uma variedade de projetos. A Inter tem uma ampla variedade de pesos e estilos, o que a torna uma escolha popular para design responsivo.

2. Roboto

A Roboto é uma fonte sem serifa criada pelo Google em 2011. Desde então, tornou-se uma das fontes mais populares do Google Fonts, com sua legibilidade e personalidade moderna sendo apreciadas pelos designers. A Roboto possui uma variedade de pesos e estilos, tornando-o adequado para uma variedade de projetos – é a fonte padrão do sistema operacional Android.

3. Open Sans

Open Sans é uma fonte sem serifa projetada pelo designer Steve Matteson em 2011. É conhecida por sua legibilidade em tamanhos menores e pela variedade de pesos e estilos disponíveis. O Open Sans é frequentemente usado em design responsivo e projetos digitais, mas também pode ser usado em impressões e materiais de marketing – é a fonte padrão em algumas distribuições Linux, como o ElementaryOS.

4. Lato

Lato é uma fonte do tipo sans-serif criada pelo designer polonês Łukasz Dziedzic em 2010. É conhecida por sua legibilidade e simplicidade, tornando-a uma escolha popular para uma ampla variedade de projetos de design. A Lato tem uma variedade de pesos e estilos, incluindo uma versão serifada, tornando-a uma fonte versátil para diferentes tipos de projetos.

5. Montserrat

Montserrat é também uma fonte sem serifa criada pela designer argentina Julieta Ulanovsky em 2011. É conhecida por sua personalidade moderna e geométrica, o que a torna adequada para projetos que exigem uma estética ousada e forte. A Montserrat tem uma variedade de pesos e estilos, tornando-a uma escolha popular para design de marca e marketing.

Algumas considerações

Embora essas sejam as cinco fontes mais populares do Google Fonts, há muitas outras fontes excelentes disponíveis para escolher. Ao selecionar uma web font para um projeto de design, é importante levar em conta a legibilidade, personalidade e tom do projeto. O Google Fonts torna fácil experimentar diferentes fontes e ver como elas ficarão em seu projeto, ajustando o tamanho e o estilo da fonte em tempo real. Além disso, ele oferece informações detalhadas sobre cada fonte, incluindo sua história, designer responsável pelo projeto e uso recomendado.

Outra dica é considerar a combinação de fontes, usando duas ou mais fontes complementares para criar uma estética coesa e equilibrada. O Google Fonts oferece sugestões de pares de fontes que funcionam bem juntas, tornando mais fácil para os designers criar combinações que funcionem bem juntas.

Além disso, é importante levar em conta a acessibilidade da fonte. Nem todas as fontes são criadas iguais quando se trata de acessibilidade, e é importante garantir que a fonte escolhida seja fácil de ler para pessoas com algum grau de deficiência visual. O Google Fonts oferece informações sobre a acessibilidade de cada fonte, incluindo a largura de linha recomendada e a relação de contraste mínimo.

Leia mais sobre: Web Design